domingo, 29 de dezembro de 2013

VI Parte Compreendendo Nostradamus.



Parte 6


Continuação


Como mostra o mapa anterior à Itália será atacada de norte ao sul como prediz a próxima quadra.

Será excluída a primeira linha e que cara a segunda linha fala que a gigantesca horda do mau subirá os Alpes.

Na terceira e quarta linha varias cidades de norte ao sul da Itália serão atacadas como Brescia que fica no norte a Itália, também Brindisi e Aquino que fica no sul do país.

Quadra 31, Centúria 7.


31
Mil quererão os os Alpes passar:
Grandes Alóbroges ir contra Brindisi,
Aquino e Brescia lhes farão retroceder.



A Próxima quadra fala do pesadelo da invasão bárbaro Islâmica em toda a Itália.

A primeira quadra fala da gigantesca invasão bárbara que se estendera desde a Sicília ate a principado de Mônaco que fica na fronteira litorânea com a da França com a Itália.

A segunda linha fala que todo o litoral da Itália ficara ocupado.

A terceira e quarta linhas fala do terror e todo tipo de atrocidades que causara os bárbaros.

Quadra 4, Centúria 2.

4
Desde Mônaco até junto da Sicília,
Toda a praia ficará desolada,
Não haverá bairros, cidade nem vila
Que não seja roubada e pilhada por bárbaros.








Essa quadra faz parte das ilhas e da parte sul da Itália.

Uma das características dessa guerra horrenda e que a Ilha da Sardenha e da Córsega não serão ocupadas, mas o isolamento nestas duas ilhas será sucedida de fome e doenças. Talvez sege atacadas pelo ar por aviões de combate.

Quadra 6, Centúria 7. 


6
Nápoles, Palermo e toda Sicília,
Por mão bárbara serão desabitados,
Córsega, Salermo e de Sardenha a Ilha.
Fome, peste, guerra, fim das doenças tentados.






O terror caminha em terras espanholas ate a fronteira com a França.

Muitas cidades serão atacadas e piladas pelos bárbaros islâmicos do sul seria a volta dos mouros que um dia ali abitaram mais dessa vez cometerão atrocidades.

Esta nova quadra fala na primeira linha do ataque a Barcelona, mas o que fala de fato é de forma bem hermética que o livro de profecias de Nostradamus esta profetizando um ataque a Barcelona.

A segunda linha complementa a primeira falando do terror que vaga por aquelas terras.

Na terceira e quarta linhas fala de forma bem hermética que o terror chegara também nas cidades de Pamplona e Montserrat.

Quadra 26, Centúria 8.


26
De Livro para ensinar leitura se encontra em Barcelona.
Posto em descobrimento lugar terroso e distante.
O grande que tem não tem quererá Pamplona,
Pela abadia de Monserrat bruma.


A próxima quadra da um melhor entendimento na quadra anterior.
Quadra 64, Centúria 6.



64
Não se alcançará nenhum final,
Todos os receptores serão enganados,
De paz e trégua, terra e mar protestados,
Por Barcelona frota tomada com trabalho.




A quadra seguinte fala rio Douro na Espanha. Vamos ver.
Quadra 62, Centúria 3




62
Próximo ao Douro pelo mar fechado de Tiranos,
Ele penetrará os grandes montes Pirineus.
Uma mão menor sua abertura lustra
.




A próxima fala de outro rio o Ebro que fica no nordeste da Espanha.
Quadra 88, Centúria 6


  
88
Um grande reino ficará arruinado,
Perto do Ebro se reunirão em assembleias.
Os Pirineus o consolarão
Em maio haverá grandes terremotos.



A próxima quadra fala da primeira linha fala do terror que esta adentrando na França vindo de países vizinhos. Os címbrios e uma alusão aos bárbaros islâmicos.

A linha dois fala que essa terrível vai despovoar o território francês.

E a terceira linha segue a segunda linha e fala da destruição que esta chegando à fronteira da França.

Quadra 8, Centúria 3.



 8

Os címbrios, aliados a seus vizinhos, 

virao para despovoar a França 

até as fronteiras espanholas...



Mapa da Espanha e provável áreas ocupadas.

Os dois círculos no mapa mostra a localização dos rios Douro e Ebro.



Rio Douro.

Rio Ebro













A guerra entrar em território suíço.

Esta quadra retrata bem uma grande batalha entre as forças da França, Suíça e talvez parte do exercite italiano contra os bárbaros exércitos iraquianos e iranianos.

Na primeira linha da quadra fala do exercito céltico que pode ser interpretado como o exercito francês e talvez o exército suíço.

A segunda linha fala que a batalha terá uma grande perca que provavelmente é do lado francês.
A terceira linha Nostradamus alerta, para os italianos fugirem do terror e fala também da derrota do exercito francês.

A quarta linha fala que a batalha será na região rio Tessino que fica próximo a cidade Milão no norte da Itália e Ticino também nasce nos Alpes e passa no sul da suíça na província do Ticino.


Quadra 72, Centúria 2.

72
Exército céltico em Itália ofendido,
de todas as partes conflito e grande perda,
Fujam romanos, ó Gália rechaçada,
Perto do Tessino, Rubicão pugna incerta.

A palavra Tessino ou Ticino significa a mesma coisa tanto para a província do sul da Suíça quanto para o Rio. O certo é usar Ticino para o português, porque Tessino é utilizado mais na língua francesa.   


A próxima quadra fala que o exército bárbaro islâmico chegará à cidade de Genebra na Suíça.

A primeira linha que a ocupação de Genebra trará graves consequências como a fome.

A segunda linha fala que a esperança do povo estará esgotada e o terro esta chegando.

A terceira linha fala que os bárbaros promulgarão sua lei na região.

E a quarta linha detalha de forma hermética que a grande tropa será indesejada na região.

Quadra 64, Centúria 2. 



64
Secar de fome, de sede, gente genebrina,
Esperança próxima virá ao desfalecer,
No momento crucial será lei gebanita,
frota ao grande porto não se pode acolher.


O terror devastará todos os cantos da Suíça.
Quadra 9, Centúria 4.  
           


9
O chefe do campo no meio da refrega,
De um golpe de flecha será ferido nas coxas,
Quando Genebra em lágrimas & Angustia
Será traída por Lausanne e por suíços.



A primeira e segunda linha desta quadra fala que toda a Suíça desde o Lago Léman ate Branonices que talvez se trade de um povo de uma cidade Suíça, se juntará também o povo de Aquitânia que é uma província a sudoeste da França, contra os bárbaros.

A terceira é quarta linha retrata a derrota da Suíça e da Alemanha para os bárbaros islâmicos e os russos.

Quadra 74, Centúria 4.


74
Do lago Léman & os de Brannonices,
Todos reunidos contra os de Aquitânia,
Germanos, muito, ainda mais suíços,
Serão derrotados com os de humana.


Veja a imagem no mapa.

Mapa da Suíça.

Uma das grandes características de toda a região da Suíça é que é um terreno montanhoso incluindo o noroeste da Itália e o Sudoeste da França. Então é necessário passar com as tropas e os carros de combate por estradas íngremes e sinuosas.


Exemplo de uma situação de tropas passando com carros de combate em montanhas altas. 

Imagens dos Alpes.


Alpes Frances


Alpes Suíços
Com certeza as tropas de iraquianas e iranianas vão se deparar com essa paisagem, os Alpes e terão que criar uma nova estratégia.


Mi 35
Mi 17










 É muito provável que os helicópteros sejam utilizados em larga escala para proteger as estradas e tropas dos bárbaros como os Europeus conhecem bem o terreno usarão de táticas de guerrilha de montanha sabotando estradas e tropas outro coisa e o clima frio no qual esses homens que são acostumados com o clima desértico nunca se depararam com esse tipo de terreno será desafiador para todos eles.

Nostradamus chama os Alpes de muros ou muralhas.

Neste ponto os Estados Unidos já está na guerra na Europa, mas somente os aviões de combate estão de fato na Europa e o contingente terrestre esta na América e a convocação de homens neste momento deverá ser em massa.

Bombardeios e aviões de ataque bombardeiam os Alpes a todo o custo e todas as passagens e estradas serão alvos dificultando ao máximo a passagens dos exércitos bárbaros.


B 1
B 52








F 16





Transito impedido.


E mais, batalhas aéreas serão travadas nos céus da Europa.






Nos Estados Unidos a convocação será em massa.


Tempos da Segunda Guerra exame médico
Imagens do recrutamento na Segunda Guerra 


Imagens da Segunda Guerra Mundial e nos tempos da Terceira Guerra Mundial o recrutamento em massa voltara. 








Soldados em formação


Os bárbaros islâmicos entrarão na França proclamando o terror.


Esta quadra de Nostradamus proclama este acontecimento.

Veja essa Quadra 18, Centúria 1.

18
Por discórdia e displicência da França 
as portas se abrirão para Maomé. 
de sangue molhada a terra e mar sénois. 
O porto de Marselha está tomado de velas e embarcações.




A quadra seguinte fala na primeira linha diz que chegarão os muçulmanos fazendo combates furiosos.

A segunda linha fala que dois irmãos, Irã e Iraque irão atacar fortemente a França. A região sudeste da será a porta de entrada para o Irã e o Iraque.

A terceira e quarta linhas fala que as batalhas serão sangrentas para os dois lados.

Quadra 34, Centúria 2. 

34
A ira insensata do combate furioso 
Causará feridas por aço cintilante à mesa por irmãos: 
Para repartir então morte, ferida, e curiosamente, 
O duelo orgulhoso virá danificar a França. 





A próxima quadra na primeira linha fala que as tropas barbaras estão se aproximando pela montanha e adentrando na França através dos Alpes.

A segunda linha diz que o Leão (alusão a Grã Bretanha) e o Galo (alusão à França) não estarão preparados para grande armada bárbara que se aproxima.

Nas linhas três e quatro fala que os dois exércitos Britânicos e franceses estarão unidos em combate. Os franceses será o único atacado de fato por causa de seu país esta sendo invadido.

Quadra 93, Centúria 1.

93

As terras italianas perto das montanhas tremerão. 
O Galo e o Leão não fortemente unido. 
Em lugar de medo eles ajudarão um ao outro. 
Solitária liberdade modera os franceses. 






 Esta quadra fala do momento que o terror adentra nas regiões de Narbona e Carcassone na região sudeste fronteira com a Itália.

Na primeira linha comenta que os exércitos de Irã e Iraque afugentarão os pequenos exércitos francês e Britânico pra oeste.

A segunda linha fala que as zonas rurais serão Grievously (quer dizer penoso ou sofrido) amedrontados e aborrecidos.

A terceira linha fala que a luta vais chegar a cada cidade da França e todo o país.

Na quarta linha fala que Carcassonne e Narbona sofrerão a consequência do terror bárbaro.

Quadra 5, Centúria 1 



5
Eles serão afugentados para um longo tirado briga.
A zona rural será a maioria do grievously aborrecido.
Cidade e país terão maior luta.
Carcassonne e Narbona terão seus corações tentados.




A próxima quadra relata a situação do principado de Mônaco que fica na fronteira da França com a Itália.

Quadra 10, Centúria 3.


10

Grande calamidade de sangue e escassez, 
Sete vezes aproxima da orla marinha: 
Mônaco com fome, lugar capturado, cativeiro, 

O grande conduzido triturado em uma gaiola de metal







A próxima quadra na primeira linha fala das cidades de Lérins e Antibes, que fica nas da cidade de Nice no sudeste da França.

Na segunda linha fala que os bárbaros Islâmicos chegarão causando terror pilhando e matando.

Na terceira e quarta linha fala da extensão do terror.

Quadra 82, Centúria 3. 



82
Lérins, Antibes, cidades em volta de Nice,
Serão devastadas por mar e por terra:
Os gafanhotos terra e mar vento propício,
Presos, mortos, amarrados, pilhados, sem lei de guerra.



Veja o mapa da Invasão da França pelo sul e sudeste do país.






Mapa da Invasão barbara muçulmana na França.

O círculo mostra aonde esta localizado a cidade de Nice junto com as cidades de Lérins e Antiques. 
As províncias de Carcassonne e Narbona está localizado na mesma região de Provance.


-oOo-


Será proclamado o flagelo e a destruição da cidade de Roma.

Nostradamus exclamou nesta quadra.

Quadra 65, Centúria 10.


65

Oh vasta Roma, tua ruína se aproxima!

Nem de teus muros, de teu sangue e substância:

O áspero por letras fará tão horrível atentado,

Ferro pontiagudo intrometido em todos até a empunhadura





A primeira e segunda linha dessa quadra fala que a cidade de Roma será humilhada junto com todas as cidades ao redor de Roma.

Na terceira e quarta linha fala que a população esconde um ódio dos bárbaros, mas só que eles os bárbaros muçulmanos humilhará a população local.

Quadra 63, centúria 3.

63
O poder romano será humilhado completamente, 
Seguindo os passos de seu grande vizinho: 
Ódio civil escondido e debates 
Adiarão as folias desses bufões.



Nesta quadra na primeira linha na primeira e segunda linha diz que a batalha da cidade de Roma será largamente utilizada aeronaves de combate para destruir a cidade e abater a população civil e também os militares romanos que defendem a cidade.

Na terceira e quarta linha fala que quando os bárbaros Iraquianos e Iranianos abaterem toda força armada romana o vaticano passara pelo grande terror e será destruída e parte do clero será assassinado.

Quadra 56, Centúria 2.

56
Aquele que nem as pragas nem as armas poderiam matar 
Morrerá no alto da colina (Roma), atingido do céu 
O abade morrerá quando vir perdidos 
Aqueles, do papado saqueado, se apoderando da pedra da Igreja.




Nesta quadra na terceira linha fala de “um mostro de cabeça dupla”, o mostro é o grande contingente bárbaro atacando a cidade de Roma e as duas cabeças são com total certeza que está falando de Irã e Iraque e o resto e o terror que vem por consequência.

Quadra 3, Centúria 9.

3
Magnavacca em Ravena grande conturbação.
Conduzidos por quinze fechados em Fornase:
Em Roma nascerão dois monstros de cabeça duplo
Sangue, fogo, dilúvio, os mais grandes do espaço.

 Na quadra seguinte na primeira linha fala do rio Tibre que corta a cidade de Roma e a morte chegará.

A segunda linha fala da grande inundação que pode ser interpretado como os grandes contingentes de bárbaros muçulmanos chegando a Roma.

Na terceira linha fala que um pouco antes as grandes bestas inumanas chegarem a Roma o Papa fugira.
Na ultima linha fala da destruição do vaticano.

Quadra 93, Centúria 2.

93
Perto do Tibre, a morte ameaçará. 
Um pouco antes da grande inundação
O chefe da Igreja será preso e banido, 
O castelo (Sto. Ângelo) e o palácio (Vaticano) em chamas.



Neta quadra fala do Rei que é alusão à Rússia e fala do papado de Roma. Esta quadra é a Quadra 4, Centúria 1.

 4
No mundo lá será feito um rei, 
que terá pouca paz e uma vida pequena, 
Neste momento o navio do papado será perdido, 
governado a seu maior detrimento. 



Esta quadra fala da terrível ameaça do clero romano que vira por Marte (Guerra). Quadra 15, Centúria 1.

15
Marte nos ameaça com a força de guerra 
e causará derrame de sangue setenta vezes. 
O clero estará exaltado e ultrajará, além disso, 
por esses que desejam não aprender nada deles. 







Nesta quadra fala que muitos clérigos da Igreja Católica se desfasarão no meio da multidão para ser serem massacrados pelos bárbaros iraquianos e iranianos.

Quadra 10, Centúria 2.

10
Assim que tudo estiver organizado 
Aguardamos um século bem sinistro: 
A multidão de disfarçados e solitários (clero) bem mudada 
Poucos serão os que desejarão ficar em seus lugares.






Veja o que diz outros profetas sobre a fuga do papa, a perseguição do clero romano e a destruição de Roma.

Partes dos versos proféticos do Mago Ladino (viveu no século 18).


No lugar da cruz escura

será levantada a meia-lua.

Com os mármores romanos da nova Judéia

será edificada a itálica mesquita.

Reabrir-se-ão as catacumbas,

enquanto sobre Roma cairão as bombas.

Sobre o mármore da matriz de Milão

será lançado um casaco vermelho.

Sobre o mar de Veneza, a bela,

chegará a turca caravela.

E finalmente sobre a cidade do lírio

espalhar-se-á uma grande fumaça."

"Roma, filha degenerada,

acabarás nas cinzas.

E o sinal do grande evento

encontrá-lo-ás na glória do Advento.

Esse será o tempo do papa solar;

vermelho será o hábito talar.

Mas o touro egípcio arreado à festa

tornará a cabeça.

Cem luas durará a luta

e o cálice acabará na gruta.

Enquanto sobre o monte Alphano

aparecerá o papa anglicano."

"No umbigo do solo africano

abrir-se-á um grande vulcão.

E nova será Pompéia e nova Herculano

naquele grande pântano.

Caminharão os continentes

nesses tempos terríveis.



Alois Irlmaier diz em suas profecias.


"E na Itália a revolução também está correndo selvagem. Eles vão matar muita gente ali e o Papa foge, mas muitos membros do clero serão assassinados, muitas igrejas vão cair."

As visões de Erna Stieglitz.

O papa deve escapar de Roma.

Os desenhos proféticos de Benjamin Solari Parravicini.





"O Papado terá novas normas. A Missa será protestante sem o ser. Os protestantes serão católicos sem o serem. O Papa se afastará do Vaticano em viagens e chegará á América, entretanto a humanidade cairá". (1938)



Irmã Elena Aiello Itália, profetizou (1959 - 1961).


Itália também vai ser assediado por uma grande revolução, e o Papa sofrerá terrivelmente.



A profecia de São Malaquias do Ultimo Papa em Roma no período da tribulação.



O final diz: "Na última perseguição à Santa Igreja Romana, Pedro Romano será elevado ao pontificado. Ele apascentará o rebanho no meio de numerosas tribulações, e então, a cidade de sete colinas será destruída e o Juiz temido julgará o mundo".  


Monge de Pádua revelou suas visões proféticas do ultimo Papa em Roma no momento da grande tribulação.

"Ele chegará a Roma de uma terra distante para encontrar tribulação e morte"

Bernardino de Bustis  profetizou (1498)

“Um certo rei poderosíssimo virá próximo da época do Anticristo e se colocará em luta com a Igreja Romana, o que ocasionará muitas tribulações e em seu tempo haverá um cisma na Igreja de Deus na criação do papa, porque surgirão outros, entre os quais haverá um que será eleito (...) Mas, no fim, o falso papa terminará de maneira má (será assassinado?) e o verdadeiro será pontífice sem disputa".  


 Irmão John do Cleft Rock (século 14).


“Pelo fim do mundo, tiranos e multidões de criaturas hostis saquearão a Igreja, o clero e todas as suas posses, e afligi-los-ão e martirizá-los-ão. Aqueles submetidos aos maiores abusos, serão elevados na mais alta consideração.”

·       “Naquele tempo, o Papa e seus cardeais serão obrigados a abandonar a Roma  para um lugar desconhecido, em circunstâncias trágicas. O Papa terá uma morte cruel no seu exílio. O sofrimento da Igreja será muito maior que em qualquer outra época da sua história. Mas Deus fará erguer um Santo Papa, e os anjos se exultarão. Iluminado por Deus, este homem reconstruirá quase o mundo inteiro através da sua santidade. Guiará todos para a Verdadeira Fé. Em todo o lugar o temor de Deus, a virtude e a boa moral prevalecerão. Reconduzirá as ovelhas desgarradas e haverá uma única fé, uma lei, uma regra de vida e um batismo na terra. Todos os homens se amarão e farão o bem, e todas as brigas e guerras cessarão. (Yves  Dupont, Catholic Profecy, 1973)  




O irmão Adan de Wuerzburg, Alemanha, teve visões proféticas da invasão da Itália e a fuga do Papa.

 "Seus exércitos vontade confederado para quebrar a Grécia e a Itália. Santo Padre deve fugir. Ele deve fugir rapidamente, a fim de escapar do banho de sangue. cardeais e bispos queda também são vítimas." 



E a muito mais o profetas anunciando a destruição da cidade Roma e a perseguição do Clero Católico romano. 




As duas limagens fazem parte do livro perdido de Nostradamus.
A imagem a esquerda mostra uma serpente atacando a pomba da paz e o Papa em uma clara Alusão do grande mau que atacara a cidade Roma.
A segunda imagem mostra um soldado atacando o Papa veja que uma mão ajuda o soldado a atacar agressivamente saído de uma nuvem a cinco estrelas e abaixo três tochas acesas e uma espada entre o Papa e o soldado tudo isso mostra uma forte alusão.


Terceira Segredo de Nossa Senhora de Fátima


Escrevo em ato de obediência a Vós Deus meu, que nos mandais por meio de sua Experiência Revela o Senhor Bispo de Leiria e da Vossa e minha Santíssima Mãe.

Depois das duas partes que já expus, vimos ao lado esquerdo de Nossa Senhora um pouco mais alto um Anjo com uma espada de fogo em a mão esquerda; ao cintilar, despedia chamas que parecia iam incendiar o mundo; mas apagavam-se com o contato do brilho que da mão direita expedia Nossa Senhora ao seu encontro: O Anjo apontando com a mão direita para a terra, com voz forte disse: Penitência, Penitência, Penitência! E vimos n'uma luz imensa que é Deus: “algo semelhante a como se veem as pessoas n'um espelho quando lhe passam por diante” um Bispo vestido de Branco “tivemos o pressentimento de que era o Santo Padre”. Vários outros Bispos, Sacerdotes, religiosos e religiosas subir uma escabrosa montanha, no cimo da qual estava uma grande Cruz de troncos toscos como se fora de sobreiro com a casca; o Santo Padre, antes de chegar aí, atravessou uma grande cidade meia em ruínas (Roma), e meio trémulo com andar vacilante, acabrunhado de dor e pena, ia orando pelas almas dos cadáveres que encontrava pelo caminho; chegado ao cimo do monte, prostrado de joelhos aos pés da grande Cruz foi morto por um grupo de soldados que lhe dispararam vários tiros e setas, e assim mesmo foram morrendo uns trás outros os Bispos Sacerdotes, religiosos e religiosas e varias pessoas seculares, cavalheiros e senhoras de varias classes e posições. Sob os dois braços da Cruz estavam dois Anjos cada um com um regador de cristal em a mão, n'eles recolhiam o sangue dos Mártires e com ele regavam as almas que se aproximavam de Deus.



Roma será destruída.


Aparição de Nossa Senhora de La Salette

No ano de 1846 no dia 19 de setembro Nossa Senhora (Maria de Nazaré, Mãe de Jesus) apareceu para dois jovens pastorinhos, a mocinha Melanie de 15 anos e o menino Maxímilian de 11 anos.
A aparição Nossa Senhora revelou uma mensagem profética a mocinha Melanie. Nesta mensagem Nossa senhora fez uma forte critica ao clero da igreja em Roma e em todo o mundo por causa da perca da fé e do materialismo que estava degenerando a igreja Católica. E mais na mensagem que se o clero não se convertesse na fé em Cristo ela seria subjugada pelo Anticristo no fim dos tempos e que não esta muito distante da data desta aparição.

A aparição correu no sul da França dos entre as montanhas dos Pirineus, próximo ao vilarejo de La Salette.





Eu tenho uma forte teoria, que na aparição de Nossa Senhora de La Salette esta codificado um segredo justamente no dia da aparição 19 de setembro de 1848.


O Dia 19 de setembro de 2022, pode ser a data chave da destruição de Roma e do Vaticano.









Esta quadra retrata o que parece o encontro das tropas bardaras muçulmanas perto da cidade de Nola ao sul de Roma, Itália.

Iranianos e iraquianos encontrará com tropas tunisianas e do sul da Itália

É a quarta linha. Quadra 38, Centúria 8.


38
Até a cinco o Ultimo perto de Nola.





Os russos encontrarão dificuldades em dominar a Alemanha, mas as batalhas mais sangrentas estão marcadas para o vale do rio Danúbio e o Rio Reno.

A grande Tropa de bárbaros muçulmanos atacara os dois rios Danúbio e Reno na margem sul e deixara um rastro de sangue por todas as margens sul dos dois rios.

 A grande batalha do rio Danúbio e do rio Reno será o tumulo de muitos dos dois lados da história.

Esta quadra relata a grande invasão muçulmana nos dois rios citados.

Na primeira linha fala do camelo uma alusão aos povos muçulmanos do deserto e que virá trazendo o terror. E no beber da água do rio Danúbio e rio Reno, virá trazendo terror e morte.

Na segunda linha diz que a vinda dos bárbaros muçulmanos será inevitável.

A terceira e quarta linha fala da invasão bárbara nos Alpes e a catástrofe dessa invasão em terras francesas.

Quadra 68, Centúria 5.

68
O grande camelo vem para beber no Reno e no Danúbio.
Isto é inevitável.
Tremerá a gente do Ródano, e ainda mais a do Loire.
Perto dos Alpes, o galo aniquilará os invasores.




Nesta quadra Nostradamus diz que quando o maior ( é a Rússia) levar o premio que é as cidades alemãs como Nuremberg, Augsburg, Bale, Colônia e Frankfurt. Depois vão atingir Flandres nos países baixos ate à antiga Gália a França atual.

Quadra 53, Centúria 3.

53
Quando o maior levar o prêmio 
De Nuremberg, de Augsburg, e esses de Bâle 
Por Colônia o líder de Frankfurt relevado 
Eles cruzarão por Flandres direto para Gália. 


A quadra seguinte primeira linha fala que a cidade de Frankfurt será eleita, uma grande batalha será travada na região.

A segunda linha fala de Milão e o termo se oporá significa que Milão também sofrerá uma batalha grandiosa na região o Ticino.

A terceira linha fala que a batalha de Frankfurt será mais sangrenta.

Já a quarta quadra fala que do outro lado do rio Reno os bárbaros muçulmanos perseguirão.

Quadra 87, Centúria 6.


87
A Eleição feita em Frankfurt,
Não terá lugar, Milão se oporá:
O mais próximo parecerá tão forte,
Que ao outro lado do Reno aos mareschs perseguirá.




Mapa da Alemanha
O rio Reno na língua inglesa e alemã é conhecido como Rhine.

Ao sul do Danúbio os bárbaros muçulmanos atacaram ao norte os grupos de exercito causarão o terror na população local.



os ataque serão ferozes nas cidades alemãs.



















O que outros profetas falam sobre a batalha do Rio Reno e o Rio Danúbio.


 As visões proféticas de Alois Irlmair.




"... Então uma coisa leva a outra. Unidades militares em massa marcham do Leste para dentro de Belgrado e se movem adiante para a Itália. Ali mais três filas armadas avançam com a velocidade de um relâmpago no norte do Danúbio em direção da Alemanha Ocidental em direção ao Reno - sem aviso prévio. Isto acontece tão inesperadamente que a população foge em pânico para o oeste. Muitos carros vão congestionar as ruas - isto não ocorreria se eles tivessem ficado em casa ou se não tivessem ocupado as ruas principais. Tudo o que é um obstáculo para os tanques que avançam rapidamente com motores de alta velocidade, será esmagado. Eu não consigo ver nenhuma ponte do Danúbio em Regensburg. Quase nada sobra da grande cidade de Frankfurt. O Vale do Reno será devastado principalmente pelo ar..."

"... Eu vejo três pontas de lança vindo: a ponta de lança de baixo vem pela floresta, mas então se move a noroeste ao lado do Danúbio. Esta linha é respectivamente Praga, floresta da Bavária e noroeste. A água azul está na região mais ao sul. A segunda ponta de lança vai do leste a oeste da Saxônia, a terceira de nordeste a oeste. Agora eu vejo a Terra como uma bola à minha frente, cujas linhas de aviões se projetam e voam agora como grupos de pombos na areia. Os Russos não param em lugar algum, enquanto percorrem com suas tropas. Noite e dia eles correm para chegar ao distrito do Ruhn, onde há muitas fogueiras e fumaça..."

"A segunda ponta de lança vem do oeste para a Saxônia em direção ao distrito do Ruhno, exatamente como a terceira, que vai de nordeste - oeste até Berlim. Dia e noite os Russos correm, inexoravelmente o seu alvo é distrito do Ruhn..."


----//-----


"... No Reno eu vejo uma meia-lua, que quer devorar tudo. Os chifres da foice querem chegar perto. O que isto significa, eu não sei..."




O que Erna Stienglitz viu em sua profecias.

 A estratégia contra a Europa Ocidental será um ataque através de três cunhas avanço poderosos. O primeiro vem de Stettin-Berlim região em Lübeck, Hamburgo e na Holanda, o segundo fora das regiões saxões e Dresden para o vale do Reno. A cunha terceiro avanço vai se esforçar depois de Boêmia e Baviera e do Rio Reno.

Tropas da OTAN estão lotados em algumas áreas de defesa poucos. A maioria das zonas pertencem ao exército vermelho há muito tempo superado e ocupado. As áreas de defesa são nomeados: Vale do Reno e Holanda, Baviera, os Alpes e Suíça, bem como a região de Ródano. Além disso, haverá áreas de defesa em águas italianas e na Turquia.


 Profecia Medieval Alemã (Data ?):

"Ai! Ai! Onde os rios Reno e Mosela se encontram, uma batalha muito sangrenta será travada contra os
turcos (muçulmanos) e russos, de forma que o Reno ficará vermelho por 25 léguas"



Irmã Elena Leonardi, Roma (séc. XX), profetizou o uso de armas secretas:

"Rússia, com armas secretas, lutará contra os Estados Unidos, conquistará a Europa e o rio Reno na
Alemanha estará cheio de cadáveres".



Josef Stockert (1947)

"Tanques de rolar sobre a Alemanha. Estes tanques virão do leste e vai conduzir com grande velocidade para o oeste. Onde os obstáculos são colocados em seu caminho, eles achatam tudo para o chão. Nos três pontas de lança que puxam para o oeste, ao longo do Norte mar, a Alemanha Central e no sul, ao longo dos Alpes (tanto quanto me lembro). causa do medo as pessoas vão fugir para o oeste. Na França, as estradas serão obstruídos fugindo pessoas e carros que não podem ir para a frente e não pode voltar. Homens e mulheres são usados exército hostil. Aqueles que se recusam [ordens] são disparados .... Alimentar e tudo o que as necessidades do exército hostil é tirada da população. As tropas de tanques dos russos virá até o Reno. Todo o país vai estar cheio de soldados estranhos que assassinato e estupro de mulheres sem verificação. As pessoas possuem nem propriedade nem qualquer outra coisa. Muitos não têm uma casa e terá que viver em esconderijos. "


Johann Peter von Knopp Ehrenberg (1714-1794)

"Os navios sem cavalos chegar do Reno, carruagens executado sem cavalos, mas com um som vibrante. Então, quando ninguém acredita, haverá uma guerra como nunca houve antes .... Os estrangeiros vão ocupar o Reno, mas será derrotado depois de resistência duro .... Quando a ponte em Colônia será concluída, os guerreiros vão passar diretamente esta ponte. Aqueles que são solicitados [como reforços] finalmente chegou quando tudo é passado. "






O monge de Werl, Colônia (1801):

"Haverá uma guerra terrível, de um lado estarão as pessoas que vivem onde o sol nasce, por outro lado todos aqueles que vivem onde o sol se põe Rússia vai enviar enormes massas de soldados e cavalaria dos cossacos Um vai lutar contra um.. longo tempo sem resultado decisivo, até que finalmente se chega ao país do Reno. Lá, um vai lutar muito durante os três dias que a água do Reno será avermelhada. Esta guerra vai vir quando há desprezo geral para a religião. Ao ninguém quer obedecer mais, quando não se pode distinguir o rico do pobre, quando as pessoas desistem de se inteiramente aos prazeres sensuais, quando a iniquidade atinge o seu clímax acreditar que desta vez está perto O que se segue esta batalha:. Paz será devolvido para você, a Alemanha, a França vai recuperar o seu rei, o pastor vai trazer o rebanho para o seu rebanho ".




Paris em chamas uma revolta e ódio.

A cidade de Paris capital da França pegara viverá uma revolta sangrenta de um lado a população nativa e de outro a população imigrante de origem muçulmana.
A população francesa vendo o grande terror bárbaro muçulmano se aproximar de seu território olhara para os migrantes islâmicos como uma grande ameaça dentro de suas cidades. Como já existe um ódio velado por parte da população francesa cristã nativa para com a população islâmica, só precisa de um estopim para este ódio da população nativa se aflore.
A caçada será pelas ruas e bairros da cidade luz (Paris). Muitos perderão a vida e a cidade de Paris queimara nas chamas da revolta e do ódio étnico.
A cidade Orleans que fica também na França, sofrerá as mesmas consequências de morte e destruição.


Esta quadra retrata a revolta de morte que ocorrerá em Paris.

A primeira linha fala que paris cometera um grande assassinato.

Na segunda linha fala que a cidade de bois que fica a noroeste da França sofrerá a mesma consequência.

A terceira e quarta linha fala que os revoltosos tentaram substituir o líder de Orleans e que cometerás são os migrantes de origem argelina e outro de origem islâmica.

Quadra 51, Centúria 3.

51
Paris conspira para cometer um grande assassinato 
Blois levará isso a cabo completamente: 
Aqueles de Orléans quererão substituir o seu líder, 
Angers, Troyes, Langres cometerão um crime contra eles. 




Esta quadra fala que a França será atacada de cinco lados que talvez seja do lado leste pela Rússia, lado sudeste por iraquianos e iranianos, pelo sul argelino e internamente com as duas revoltas em Paris e Orleans por imigrantes islâmicos.

Só será exibida a primeira linha. Quadra 71, Centúria 3.

71
A França será atacada por cinco lados devido à negligencia 






Vamos ver outros profetas falando do mesmo assunto.

As Visões proféticas de Alois Irlmaier.

"...A cidade da torre de ferro se torna vítima dos próprios cidadãos. Eles botam fogo em tudo. A revolução acontece de maneira selvagem. As ilhas nas costas dos continentes afundam porque a água está muito agitada. Eu vejo grandes buracos no mar, os quais serão preenchidos quando estas ondas retornarem. A bela cidade que beira o mar azul afunda quase completamente no mar na sujeira e na areia que o mar ejeta. Eu vejo três cidades afundando no sul, no noroeste e no oeste."


Erna Stieglitz diz sobre Paris em suas Visões.

Paris está em chamas por franceses rebelde.



Watrin (1885), camponês: 
 
 “Vi Paris, com seus monumentos e igrejas, iluminada por um sol esplendoroso. Depois, de repente, com um ruído terrível, uma torrente de fogo se precipitou no centro da cidade. Pelos Santos Evangelhos, digo que uma monstruosa tempestade de fogo se precipitará, como um raio, e aniquilará todos os quarteirões do centro.”  





Madame Marianne Lenormand (1772-1843) 
A profecia seguinte fala de uma "teoria" dos russos, na qual os franceses acreditarão e farão a guerra civil, destruindo Paris. Estaria a teoria dos russos relacionada ao ataque na Ioguslávia ?

“Particularmente Paris encontrará seu destino fatal. Porque está escrito: ‘O fogo dos céus suportará o ódio dos inimigos.’ O parisiense, cheio de ódio e desespero em seu coração e acreditando na teoria que os russos lhe deram, dará suporte aos esforços de ferocidade com que os bárbaros desejam destruir a rainha de todas as cidades. Tochas ardentes são lançadas nos telhados das casas. Paris estará totalmente sob um tremendo incêndio. Em minha predição profética, estou dizendo de Paris: ‘Tenha cuidado! Cidade dos filósofos, oh! Cidade infeliz! Porque um dia os arados cobrirão suas ruínas e o pai dirá para seu filho: Aqui um dia foi Paris.’ Esta triste predição não será realizada na segunda entrada de estrangeiros, apesar de poder estar parecendo. - Deus nos proteja da terceira entrada (guerra).” 


 Marie Terreaux – França (1816-1893):

"Quando este grande acontecimento se aproximar, fenômenos extraordinários aparecerão no céu. (...)
Paris será arrasada como Sodoma e Gomorra (fogo) e o que restar de seus habitantes se refugiará em Lion"

Paris será queimada e Marselha será submersa.


São Cesário, Arcebispo de Arles (469-71/542-3):


"O ferro e o fogo envolvem a Babilônia (Paris) da Gália, que cai em um grande incêndio, afogada em
sangue. Depois, a segunda cidade do reino e ainda uma outra são destruídas. Então, brilha a luz da
misericórdia divina, pois a justiça suprema surpreendeu todos os malvados".



Marianne Gaultier, irmã também conhecida como Pastora de Saint-Afrique, faleceu em 1846:

A grande prostituta (Paris) será destruída pelo fogo e cairá em ruínas. Os transeuntes dirão, ao ver suas
ruínas: Tu, grande cidade, coberta de seda e pedras preciosas, estás aí coberta de lodo, destruída, em
ruínas. Ninguém saberá de onde virá o fogo que consumirá Paris. Todos os maus morrerão ali, as
desgraças que cairão sobre a França serão tão grandes que muitas pessoas morrerão de espanto, mas isso
durará pouco tempo. Nesta grande guerra, o que se julgar vencedor será vencido.


 Veja as imagens.


Paris será destruída.






Imigrantes islâmicos causam vandalismo 
O ódio esta no ar.
Desde que o governo francês abriu as portas para os imigrantes estrangeiros em sua maioria de origem africana e argelina o ódio sempre esteve aflorado.
A população nativa não os consideram franceses étnicos.
Os imigrantes moram na sua maioria nas periferias de Paris e nas principais cidades da França.

Quando a guerra estourar o ódio estará em seu ápice máximo e o baio de sangue será terrível.







Próxima pagina







Caixa de Comentario