domingo, 29 de dezembro de 2013

VII Parte. Compreendendo Nostradamus.

Parte 7

Continuação.


Outra revolta estoura na Europa, mas essa e diferente da revolta em Paris. Esta revolta ocorrera na Rússia e boa parte da população não concordará com o ato perverso do presidente, o provável Dimitri Medvedev “O Eleito Sobrinho na obra de Nostradamus” que promoverá a grande guerra.
E banho de sangue começa na Rússia, a população dividida. Os revoltosos querem destruir o partido governista e vão em busca da cabeça do presidente, o Eleito Sobrinho.


Esta quadra é bastante hermética e retrata a situação de revolta de parte da população contra o presidente da Rússia.

Na primeira linha da quadra seguinte diz que por marte a alusão à guerra e também ao Eleito Sobrinho, contrario a monarquia. Nostradamus quis dizer que o Eleito Sobrinho que será o futuro presidente, contrariará o Herdeiro Loiro “o muito provável Vladimir Putin” que é o monarca citado nesta quadra.

A segunda linha fala que o grande pescador terá problemas. O pescador citado provavelmente será o Herdeiro Loiro (Vladimir Putin).

A terceira linha fala do jovem rei vermelho que é provavelmente uma alusão a o Eleito Sobrinho (Dimitri Medvedev) e ele assumira o governo.

Na ultima linha fala de traidores agitando seu governo que será desde o Herdeiro Loiro (Vladimir Putin) a população contraria ao governo do Eleito Sobrinho. O dia Brumoso quer dizer que dias de trevas chegarão pouco depois.

Quadra 25, Centúria 6.


25
Por Marte contrário será a monarquia
Do grande pescador terá problemas
O jovem rei vermelho assumirá o governo.
Traidores agirão no dia brumoso.




Esta quadra fala na primeira linha “do grande pecado lamentará, chorará” que poder ser interpretado da seguinte maneira, o grande pecado quer dizer o grande maleficio que o Eleito Sobrinho esta causando, na Rússia, na Europa e no Mundo.

Na segunda linha de cara fala do eleito, o Eleito Sobrinho e ele terá a atitude mais equivocada da historia humana. A idade mostra que ele é um homem jovem.

A terceira linha fala que existe uma grandioso mau na pessoa dele.

Já a quarta linha fala que seu próprio povo se rebelará contra a atitude o Eleito Sobrinho (Dimitri Medvedev).

Quadra 35, Centúria 7.



35
O grande pecado lamentará, chorará,
De haver eleito, equivocados serão na idade:
Mal com eles quererá estar,
Enganado será pelos de sua língua.


As visões proféticas de Alois Irlmaier.


"Na Rússia a revolução explode e acontece uma guerra civil. Os corpos são tantos que você não consegue mais removê-los das ruas. A cruz vem honrar renovada. As pessoas na Rússia acreditam em Deus serão renovadas. Os grandes líderes dentro dos partidos cometem suicídio e no sangue a grande culpa é lavada. Eu vejo uma massa vermelha, misturada com faces amarelas, é uma luta e matança generalizada, horríveis. Eles cantam a canção da Páscoa e queimam velas na frente de imagens sagradas. Pela prece da Cristandade o monstro do inferno morre; e os jovens acreditam renovados na intervenção divina da mãe de Deus."


Nas visões de Erna Stieglitz ela profetizou.



"Como conseqüência deste evento, ele vem na ex-União Soviética, uma Mega-Revolução, que derruba o sistema anterior."

O Herdeiro Loiro (Vladimir Putin) começará uma disputa de poder com o Eleito Sobrinho (Dimitri Medvedev), mas só que é o Eleito Sobrinho é que esta no comando da situação. O Herdeiro Loiro será expulso do poder e enfrentara a fúria da população revoltosa.

Nesta quadra retrata bem a disputa de poder entre os dois.



A primeira linha fala ele ficara com fome poder e será descomungado. Ele o lobo (provável alusão a Vladimir Putin) lutara para ter o poder.

Na segunda linha fala que ele (Putin) tentará manobras para retomar o poder da Rússia.

 A terceira linha diz que o herdeiro, o Herdeiro Loiro (Vladimir Putin) tem o ultimo antes dele. O que quer dizer que o Herdeiro Loiro terá seu fim antes o Eleito Sobrinho.

Na quarta linha retrata que o Herdeiro Loiro terá seu fim em meio da fúria da população revoltosa.

Quadra 82, Centúria 2. 




82
Por fome a presa fará o lobo prisioneiro, 
O atacante então em extrema angústia, 
O herdeiro tem o último antes dele, 
O grande não escapa no meio da multidão.




Esta outra quadra mostra na primeira e segunda linha dizendo que o loiro em disputa não suportara o poder do mais forte. Será banido de seu posto.

As ultimas duas linhas sita que o Herdeiro Loiro buscará o exílio e o Eleito Sobrinho terá o poder total ate sobre a marinha e seus submarinos nucleares.

Quadra 67, Centúria 2




67
O loiro assumirá o compromisso com a forquilha 
Através de disputa será banido: 
Com ele os exílios serão restabelecido, 
Confiando ao mais forte os lugares marinhos. 








Esta quadra é contundente em falar desse assunto.

Na primeira linha fala de fogo cor de ouro nos céus visto da terra. Traduzindo, o poder da bomba nuclear.

A segunda linha fala que o Herdeiro Loiro (Vladimir Putin) será golpeado do alto do poder pelo Eleito Sobrinho (Dimitri Medvedev) e será retratada como uma maravilhosa proeza.

Nas ultimas duas linha fala do maior assassino da historia humana o Eleito Sobrinho (Dimitri Medvedev) escapara com vida da fúria nuclear.

Quadra 92, Centúria 2.


92
Fogo cor de ouro no céu visto da terra: 
Herdeiro golpeado no alto, maravilhosa proeza fez: 
Grande assassinato humano: o sobrinho do grande levado, 
O orgulhoso escapou de morte espetacular. 





Vladimir Putin a frente e logo atra Dimitri Medvedev.




Seu olhar de poder um dia terá o fim e quem esta atrás o golpeará da forma mais ardilosa.








O Herdeiro Loiro terá seu fim e o mais sanguinário homem da historia da humanidade Eleito Sobrinho terá seu fim logo depois.



Assassinato de Benito Mussolini sua amante e seus correligionários



O assassinato de Benito Mussolini e um caso clássico de um líder que foi assassinado pela população revoltosa.

Não sabemos, mas tudo indica que o Herdeiro Loiro (provável Vladimir Putin) sentirá a irá de uma população enraivecida.

----oOo-----


Muito provavelmente talvez em meado de setembro ou bem no inicio de outubro do ano de 2022 Mabus o muito provável Nouri al-Maliki seja assassinado por pessoas que estão no ciclo de seu poder. Por o acharem que Madus é uma gigantesca ameaça ao Iraque doze pessoas conspirará sua morte. Varias quadras relatam sua morte.


Esta quadra fala na primeira linha “aquele que veste a Capa Magna” é Mabus, porque é ele que começara toda essa guerra sangrenta sem o menor despudor.


A segunda linha fala que ele será levado a execução.



A terceira linha fala que 12 conspirarão sua morte para se apossarem do poder do Iraque.



A quarta linha fala que depois do assassinato de Mabus (provável Nouri al- Maliki) para aquele que se empoçar do poder poderá ser também assassinado e ocorrerá uma sucessiva disputa pelo poder.  



Quadra 11, Centúria 4




11
Aquele que veste a capa magna
será conduzido para a execução.
Os 12 vermelhos virão para conspurcar seu manto.
Depois um assassinato desencadeia o outro.







A primeira linha dessa quadra fala da antiga cidade “Bagdá” Capital do Iraque. Mais a frente é falada da deterioração da cidade de Bagdá.

A segunda linha fala que o tirano Mabus será intolerado entre o povo e os políticos.

A terceira linha fala que Mabus (provável Maliki) será assassinado porque o degolarão. Em outras palavras terá a garganta cortada.

Já s quarta diz que Mubus enviara seu povo à morte tanto mandando homens lutarem em países vizinhos do Oriente médio, quanto enviando mais homens à Europa. No final a ira das nações atacadas se voltara também para o povo do Iraque culminando em seu fim.

 Quadra 76, Centúria 6.

76
A cidade antiga deteriorada forja,
Não podendo ao tirano suportar:
A manga falso no templo cortar garganta,
Aos seus o povo a morte quererá enviar.



Veja esta quadra que anuncia a morte de Mabus. Quadra 62, Centúria 2.


62
Mabus morrerá cedo, então acontecerá 
Um horrível massacre de pessoas e animais 
Logo, a vingança virá de uma centena de lugares 
Sede e fome, à passagem do cometa.






A quadra seguinte fala da morte o terceiro Anticristo na obra de Nostradamus, que é Mabus o muito provável Nouri al-Maliki.

“Sua guerra durara 27 anos” eu Arcadius sei o porquê desse tempo de 27 anos e explicarei esse tempo mais a frente.

No final fala da terrível consequência dessa guerra.

Quadra 77, Centúria 8.



77
O terceiro anticristo muito em breve aniquilado,
Vinte e sete anos durará a guerra sangrenta.
Os hereges mortos, cativos exilados.
Sangue, corpos humanos, água avermelhada, saraivada a terra.


Nouri al- Maliki  é o provável Mabus.
Mabus desencadeara a guerra mais sangrenta da história humana.

Cidade de Bagbá capital do Iraque. Haverá tempos de caus e seu fim chegará.



--------//---------

A grande invasão ao sul da França irá criar um cerco mortal no território francês.


A primeira quadra fala da invasão bárbara ao sul do território francês no momento em que atravessa os montes Pirineus uma cadeia montanhosa que separa a Espanha da França.
   
A primeira linha Nostradamus fala de forma bem hermética se referindo ao território francês.

A segunda linha diz que a grande banda de tropas barbaras argelinas e tunisianos estão adentrando nos montes Pirineus e a cidade de Elne no extremo sul da França, que pressentira o terror.

Na terceira linha é fadado de um tubo que muito provável esteja falando de algum túnel rodoviário ou ferroviário. O tronco é parte das tropas chegando.

A quarta linha cita rios alagados ao norte que quer dizer que as tropas ocuparam as margens de dois importantes rios do sul da França. Os rios são o rio Loire e o rio Ródano.

Quadra 17, Centúria 2.



17
O campo do templo da virgem de vestal, 
Não longe de Elne e as montanhas de Pirineus: 
O grande tubo é escondido no tronco. 
Ao norte rios alagados e vinhas destruídas. 





A grande Invasão se estenderá ao longo de toda à fronteira da França com a Espanha.


Esta quadra na primeira e segunda linha fala de quando o grande exército estiver nos montes Pirineus, 
encontrarão a águia (alusão aos Estados Unidos), talvez em um grande combate.

Na terceira e quarta linhas fala de “veias abertas, forças eliminadas” que é as tropas aliadas que não resistirão o poder de fogo dos bárbaros. A cidade de Pau que fica no extremo sudoeste da França não resistira e o chefe da cidade sofrera consequências brutais.

Quadra 70, Centúria 4. 




70

Bem junto dos grandes montes Pireneus

uma para dirigir um exército grande de encontro à águia:

Veias abertas, forças eliminadas,

Até Pau o chefe virá cassar






Esta quadra hermética fala da invasão do sudoeste da França fronteira com a Espanha.

Nas duas primeiras linhas fala de batalhas no nordeste da França próximos do rio Reno.

As ultimas duas linhas fala que também as Gascons no sudoeste da França fazendo fronteira com Bigorre do lado espanhol serão terras subjugadas pelos bárbaros. O templo alusão à França e o padre talvez refira a se mesmo (Nostradamus) profetizando do ataque a França e a essa região.

Quadra 76, Centúria 4.


76
Os povos de Agen por aqueles de Perigord
Serão vencidos, prendendo até o Rhone:
A união de Gascons e de Bigorre
Traindo o templo, o padre dando seu sermão. 



Veja esta quadra quando. As cidades citadas Carcassonne e Narbona dará a entrada no território francês. As forças bárbaras levarão o terror a toda parte.

Quadra 5, Centúria 1.

5
Eles serão afugentados para um longo tirado briga. 
A zona rural será a maioria do grievously aborrecido. 
Cidade e país terão maior luta. 
Carcassonne e Narbonne terão seus corações tentados. 





Na primeira linha dessa quadra de um menino que é alusão a Europa.

Na segunda linha fala que o urso (alusão à Rússia) ferira mortalmente o menino (alusão a Europa) e será raptado por porqueiros que na verdade se refere a porco que é uma alusão ao Irã e aos outros países muçulmanos que invadirão a Europa causando terror.

E as ultimas duas linhas fala desse rapto do porco a cidades do sul da França como Foix, Toulouse Carcassonne.

Quadra 10, Centúria 9.

10
Monje, monjesa de menino morto exposto,
Morrer por ursa, e raptado por porquero,
Por Foix e Pamies o acampamento posto
Contra Toulouse Carcassonne levantar furriel.




Veja esta quadra falando da invasão barbara quando causara o terror na população.

Marte é alusão a Guerra.

Quadra 63, Centúria 9.

63
Lamentos e choros, gritos e grandes gritos
Perto de Narbona em Bayona e em Foix,
Oh, que horríveis calamitosos mudanças!
Antes que Marte gire algumas vezes.

Veja esta  quadra também. Quadra 64, Centúria 9.

64
O Emaciano passará seus monte os Pireneus.
Em Marte Narbona não fará resistência,
Por mar e terra haverá tão grande intriga,
Chefe não tendo terra segura para estabelecer-se.


Esta quadra fala de cidades que estarão na rota dos bárbaros argelinos e tunisianos.

Quadra 79, Centúria 1.

79
Basas, Lectoure, Condom, Auch, Agen,
Abaladas por leis, querela e monopólio:
Car, Bord, Toulouse, Bay porá em ruína,
Renovar querendo sua taurópolis.










Nesta quadra na primeira linha fala que nos mês de dezembro tudo estará destruído: pontes e moinhos.

Na segunda linha segunda linha fala que as tropas argelinas e talvez tunisianas seguirão ao longo do rio Garona.

Na terceira linha diz que a cidade de Toulouse as margens do rio Garona estará parcialmente destruída. Muros, edifícios e mais construções estarão danificados.

A ultima linha fala de “matrona” é uma palavra em latim e se refira à moralidade.

Quadra 37, Centúria 9.






37
Ponte e moinhos em dezembro caídos.
Em tal elevado lugar subirá o Garona:
Muros, edifício, Toulouse derrubados.
Que não se saberá seu lugar tanta matrona.


Nesta quadra cita todas as cidades atacadas por tropas barbaras provavelmente a maioria vinda do sul.

Quadra 44, Centúria 4.


44
Dois grandes de Mende, de Rodez e de Milhau
Cahors, Limoges, Castres mau semana
À noite a entrada, do Bordéus um insulto
Por Périgord ao soar o sino.






Esta quadra fala do encontro dos bárbaros muçulmanos (ou a fé púnica do oriente e romperá o Grande Iud) e o terror que causarão as margens do rio Loire e o rio Ródano. E chegara bem perto do rio Tejo.

Quadra 60, Centúria 2.

60
A fé púnica em oriente rompida,
Grande Iud, e Ródano Loire, e Tej. Mudarão
Quando do mulo a fome for saciada,
Frota espargida, sangue e corpos nadarão.



Confira todos os lugares citados nas quadras estão no mapa.



O mapa da França mostra todos os lugares aonde passarão os bárbaros muçulmanos.


França cercada por forças barbaras muçulmanas.



O mapa acima mostra como ficaria a zona de invasão bárbara muçulmana.

Veja também como o território alemão também está cercado por grupos de exércitos russos.

A cidade de Lion marcada no circulo será a ultima grande palco de resistência no território francês. 


O irmão Adan de Wuerzburg, Alemanha, teve visões dessa invasão vindas pelo sul do norte da África invadindo a Espanha e adentrando em território francês e se encontrando com o restante das tropas vindas do leste. 

"Então eles vão tentar avançar por Espanha e França para a costa atlântica , a fim de se unir com a luta de exército no norte e para completar o cerco militar do continente europeu." 


------oOo------

Nostradamus cita que milhões de europeus fugirão do terror na Europa ocupada e buscarão exílio nas Américas do sul e do norte.

Nesta quadra na primeira linha diz que o grande Pó que se refere ao rio Pó no norte da Itália. Os bárbaros irão em direção à França.


A segunda linha fala que os bárbaros irão em direção à cidade de Lion na França.

Já na terceira e quarta linha fala da grande fuga de milhões de pessoas para a América.

Quadra 94, Centúria 2.

94
Grande Pó, grande mal será recebido por Gauleses, 
Vai Terror para o marítimo Líon: 
Pessoas passarão pelo mar em números infinitos, 
Fora um quarto de um milhão escapa. 









A quadra seguinte na primeira linha fala no porto de Agde entrara três hordas de bárbaros.

A segunda linha cita que eles os bárbaros islâmicos com o seu fanatismo religioso ira promover uma cassada a população local.

Nas duas linhas finais fala que milhões fugirão pelo mar através do porto de Agde. Esses fugitivos buscarão exílio na ilha de Córsega.

Quadra 21, Centúria 8.


21
No porto de Agde três fustas entrarão,
Trazendo o infecto não fé e pestilência:
Passando o mar mil milhares fugirão,
E o mar romper à terceira resistência.



No mapa da França mostra a localização do porto de Agde citado  na quadra a cima.


Em suas visões Alois Irlmaier fala da fuga em massa da população.

 "Isto acontece tão inesperadamente que a população foge em pânico para o oeste. Muitos carros vão congestionar as ruas - isto não ocorreria se eles tivessem ficado em casa ou se não tivessem ocupado as ruas principais. Tudo o que é um obstáculo para os tanques que avançam rapidamente com motores de alta velocidade, será esmagado. "


Muitos refugiados lotarão as estradas rumo oeste.

Refugiados Sírios da guerra civil da Síria.



Os portos estarão lotados e os navios de carga dos diversos modelos e os transatlânticos terão que fazer um esforço sobre humanos para salvar vidas.


A espera de embarques


A fila será giganta  e será um alivio pra aqueles que embarcarem.






Transatlânticos poderão ser utilizados em massa. 





Os refugiados  lotarão as embarcações.



Os aeroportos será a maneira mais rápida se deixar todo o horror 
que esta se alastrando no continente europeu.



Aeroportos estarão lotados com refugiados desesperados.


Aviões serão enviados pelos governos ocidentais para resgatar a população em perigo.


Aviões em transito esperando vou.



Os aeroportos seriam verdadeiros aerodromos.


---------//------------



Nostradamus em seu tempo via em suas visões as tecnologias do mundo contemporâneo, mas na guerra ele via um certo veiculo militar no qual ele chamava de cavalo e quando ele via vários deles o chamava de grandes cavalos leves.


Nesta quadra fala do grande cavalo leve o tanque de combate.



Quadra 7, Centúria 8.




7

Sobre o combate grandes cavalos leves,
Se gritará ao grande crescente confundido:
De noite matar montes, hábitos de pastores,
Abismos vermelhos nas fossas profundas.






Nostradamus chama também o tanque de combate de animal ruminante.


Quadra 13, Centúria 10.




13

Sob o gramado de animal ruminante
Por eles conduzidos ao ventre helbipólico,
Soldados escondidos, as armas ruído levando,
Não longe tentados por cidade Antipólica.




Tanque T 90 da Índia, conhecido como o grande cavalo leve ou animal ruminante.


No livro do Apocalipse capitulo 9 versículos 3 a 10, na quinta trombeta, fala de um escorpião que tem uma couraça de ferro, um ferrão na cauda, que exala um som de asas batendo misturado com sons de varias bigas (carro de combate utilizado na antiguidade) com cavalos a correr e o escorpião tem cabeça humana.

Pela descrição do Apostolo São João tudo leva a crer que ele teve uma incrível visão de um tanque de guerra pelo fato da cabeça ser a cabeça da tripulação do tanque. A cauda pode ser o canhão e o ferrão a culatra do canhão do tanque, os sons de asa podem ser interpretados como o barulho do motor a diesel, e as bigas ao correr com cavalos pode ser os tanques unidos indo para o combate.

A visão ocorreu a mais ou menos 1922 anos atrás por volta do ano 90 depois de cristo e o mais incrível ainda ele teve a visão da duração da batalha dos escorpiões que corresponde ao mesmo espaço de tempo descrito por Nostradamus e vários outros profetas.





Também no Livro do Apocalipse a quinta trombeta esta escrito que o escorpião que tem cabeça de gente, tem cabelo de mulher. Veja o porquê do motivo.

Membro da tripulação dos tanques
Gorro para tripulação de tanques russos










Este gorro da tripulação de taques do exército russos por causa da fivela do gorro lembra de longe um cabelo de mulher.

-----//-------

Nas visões de Alois Irlmaier começara uma grandiosa contra ofensiva contra os grupos de exércitos russos vindos do leste e os grupos de exércitos bárbaros muçulmanos vindos o oriente médio pelos Balcãs e pelo sul vindos do norte da África.

As forças aliadas ocidentais começarão desesperadamente a utilizar de novos artifícios mais radicais como, por exemplo, armas químicas.

Veja parte de suas visões de Alois Irlmaier.


" Eu vejo a Terra como uma bola à minha frente, onde agora pombas brancas voam perto, um grande número vindo da areia. E chove pó amarelo numa linha. Quando a cidade dourada é destruída, isto começa. Como uma linha amarela isto vai acima para a cidade e dentro da baía. Será uma noite clara, quando começarem a jogar isto. Os tanques ainda estão dirigindo, mas aqueles que se sentam nestes tanques ficam pretos. Onde isto cai, tudo morre, nenhuma árvore, nenhum arbusto, nenhum gado, nenhuma grama, tudo fica seco e preto. As casas ainda existem. Eu não sei o que é isto e portanto eu não posso dizer. É uma linha longa. Quem passa através desta linha morre. Aqueles que estão do outro lado da linha não podem sair. Então tudo nas pontas de lança se quebra. Eles precisam ir para o norte. O que eles tem consigo, eles jogam fora. Ninguém pode mais voltar... "

"Os aviões jogam um pó amarelo entre o Mar Negro e o Mar do Norte. Então uma linha mortal é criada, do Mar Negro ao Mar do Norte, tão grande quanto a metade da Bavária. Nesta área não pode mais crescer grama, pessoas que foram deixadas sozinhas  ali vivem. Os suprimentos Russos são interrompidos..."

Quem respirar com força a poeira, ficará com cãibras e morrerá. Não abram a janela, pendurem nela papel preto. Toda a água exposta ficará envenenada e todo alimento exposto que não for enlatado. Também todo o alimento em vidro ou em copos, eles serão afetados porque o vidro não os protegerá. Lá fora haverá a morte pelo pó; muitas pessoas morrerão.

"Grupos de pombos levantam vôo da areia. Duas hordas chegam à área de combate do oeste para o sudoeste... Os esquadrões viram em direção ao norte e cortam o curso do terceiro exército. Do leste vem muitas lagartas. Mas dentro das lagartas, as pessoas já estão mortas, apesar dos veículos continuarem andando, em ordem para gradualmente pararem automaticamente. Aqui os pilotos também jogam suas pequenas caixas pretas. Elas explodem, antes de tocar o solo e espalham uma fumaça amarela ou verde. O que entra em contato com isto morre, seja um ser humano, um animal ou uma planta.

Por um ano nenhum ser vivo pode entrar nesta área, senão será exposto ao perigo mortal. No Reno o ataque é finalmente repelido. Das três pontas de lança, nenhum soldado voltará para casa..."

"Estas caixas são satânicas. Quando elas explodem, pó amarelo e verde se levanta e tudo o que toma contato com isto morre, seja um ser humano, animais ou plantas. Os seres humanos ficam pretos e a carne cai dos seus ossos, tão forte é o veneno."


Nostradamus também citou em suas quadras as armas químicas utilizadas.

Nesta quadra na primeira e segunda linha diz que a partir de um ponto que ele cita como sio, os ventos espalharão através do muro que é uma alusão aos Alpes e aos Pirineus. Jogarão cal e pó.

Nas ultimas duas linhas eles fala que o cal e o pó criarão uma chuva que causara danos de quem estiver na fronteira ou nos muros. Provavelmente quando as tropas estiverem passando pelos Alpes e Pirineus.

Quadra 99, Centúria 9.


99
Vento Aquilão fará partir o sio,
Pelos muros jogar cinzas, cal e pó:
Por chuvas depois, que lhe farão mais dano,
Última ajuda encontra sua fronteira.



Nesta quadra ele fala da torrente que causará esta arma química, o pó que cairá na região italiana de Verona.

Nas ultimas linhas Nostradamus diz que as regiões dos Alpes sofrerão muito com essa arma química. Tanto que ele cita a região de Garona na França fronteira com a Itália e também a cidade de Gênova do lado italiano.

Quadra 33, Centúria 2.



33
Pela torrente que desce Verona
Por então que ao pó guiará sua entrada
Um grande naufrágio, e não menos no Garona
Quando os de Gênova pisarão o chão natal





Nesta quadra mostra de forma bem hermética a arma química despejada por forças áreas aliadas em um esforço para inibir e neutralizar o Eixo do mal.

A primeira linha fala do plano do caldeirão infecto que é a arma química que será despejada por aeronaves de alta altitude.

A segunda linha fala de vinho, azeite e mel que é uma alusão ar amas químicas. O termo montado sobre o forno é uma alusão à parte interno dos aviões bombardeios e de combate.

Na terceira linha fala que os malfeitores sentirão os efeitos nocivos dessa arma.

A quarta linha diz que as sete nações do eixo do mau serão derrotados por essa arma. As nações do eixo do mau são: Iraque, Irã, Rússia, Cazaquistão, Argélia, Tunísia e a Líbia.

Quadra 14, Centúria 9. 

14
Posto em plano caldeirão infectado,
Vinho, mel e azeite, montados sobre fornos,
Serão afundados, sem dizer nada mau dos malfeitores
Sete fumaças apagados no canhão dos atados.



Esta fala do drama de uma cidade sitiada e seu povo feitos reféns pelos bárbaros.

A arma química vai afastar os malfeitores bárbaros.

Quadra 52, Centúria 4. 





52
Na cidade sitiada homens e mulheres,
Inimigos avisam ao líder para se rende:
O vento estará forte de encontro às tropas,
Afastados serão pela cal, poeira e cinzas.


Nesta quadra bem hermética se fala se certo Antônio talvez seja uma alusão ao Eleito Sobrinho (Dimitri Medvedev) e fala que ele cometerá um ato sórdido. Depois sita uma doença, a pitiríase e fala no final da linha, “até o final”.

O que foi falado sobre a pitiríase e mostrando como os soldados e a população civil como eles ficarão quando fossem contaminados pelas armas químicas.

O poder o Eleito Sobrinho e sitado na ultima linha.

Quadra 88, Centúria 4.





88
O grande Antonio conhecido pelo fato sórdido,
Doente de P
itiríase até seu final:
Um que desejará chumbo,
Passando o porto será submerso pelo eleito.



E tem esta quadra que fala da arma química ou ilusoriamente chamado de licor de abelha.

 Quadra 24, Centúria 10.


24

O cativo príncipe na Itália vencido

Passará Gênova, por mar até Marselha,

Por grande esforço de forâneos vencido,

Salvo disparo barril licor de abelha




Pesquisei sobre armas químicas, e vi uma substância descrita na visão de Alois Irlmaier parece que o pó amarelo descrito por ele pode ser o gás mostarda que leva em sua composição, o cloro.

O gás mostarda foi utilizado durante a 1ª Guerra Mundial e em lutas militares na Etiópia, em 1936. Os Estados Unidos produziu e estocou uma grande quantidade deste composto, desde a 2ª Guerra Mundial.



Símbolo de substancia tóxica.









B 2



B 52




F 16






Bombas aéreas de fragmentação ao de as armas químicas estão.





Próxima pagina




Caixa de Comentario